Este será um ano de mudanças. Não tanto mudanças estéticas, mas muito mais mudanças a nivel tecnológico. Mas as tendencias estéticas vão-se notando também.

A influência que os dispositivos moveis terão no modo como se pensa o webdesign, poderá ser avassaladora, quer para as opções tomadas a nivel tecnológico quer mesmo a nivel estético. Usabilidade e minimalismo serão uma das chaves. 

Refinamento tecnológico, e uso de novas plataformas com forte suporte para web movel, serão outra. A interpenetração entre a web mais tradicional e as redes sociais, e o espalhar-se da nuvem web serão outra.

A nivel estético,  a tipografia a dominar e as influências de outros mundos graficos, nomeadamente com o ressurgimento na web dos modelos e tendencias usados nos meios impressos, que vão perdendo a sua antiga importância. 

 

1) Optimização para a Web Movel

São cada vez mais, e mais usados, os dispositivos moveis que suportam web com conteúdos ricos e quase sempre incluindo já aplicações ou optimizações para várias das redes sociais predominantes. Suportar toda a panóplia destes dispositivos que se multiplicarão (a google acaba de lançar o seu proprio dispositivo touch, baseado em Android), será um desafio, que inplicará algumas mudanças nas abordagens e nas tecnologias de base para muitos dos estúdios de produção web. 

Recursos Mobile Web:
A Guide to Mobile Web Design Tips and Tricks
How to Design Websites for Mobile Phones and iPhones
Designing an iPhone Friendly Website
Safari Reference Library on iPhone Design
Mobile Web Design on Smashing Magazine
Designing for the Mobile Web at Sitepoint (Older Article)

 

2) HTML5/CSS3

Claro que nada de significativo acontecerá até que os principais browsers o suportem integralmente. E isso não deverá acontecer tão cedo assim, durante o ano. Mas o passo é significativo e é previsivel que a web comece já aproveitar-se das caracteristicas que vão sendo suportadas em browsers como o Firefox, o Safari ou o Opera (IE, onde estás tu???). O HTML5 introduz tags semânticas como “header”, “footer” e “nav” e o esperado elemento “canvas”, entre outros.  O CSS3 introduzirá os cantos arredondados, sombras, multiplos backgrounds e o esperado atributo “opacity” (ou transparância). Outras caracteristicas, como a acessibilidade estendida, baseada em Ajax, o suporte online a vector graphics, ou a aplicação de styles com base nos dados apresentados (data driven styles, ou CSS3 Media Queries), podem tardar mais, até porque os metodos não são consensuais. Mas a principal novidade será a possibilidade de usar fontes descarregadas em tempo real dos websites, o que trará liberdade tipográfica quase total (tag @font-face). A introdução destas caracteristicas será progressiva, com alguns browsers  já a suportarem-nas, e outros ainda sem qualquer suporte, com a deprecação de elementos antigos a ocorrer simultâneamente, de modo a permitir uma transição suave. Veja-se a tabela http://a.deveria.com/caniuse/ (Quando poderei usar… ?)

Recursos HTML5/CSS3:
When can I use… (table)
HTML5 Doctor
HTML5 Wiki
HTML5 Demos and Examples
HTML5 Gallery
Smashing Magazine article on CSS3 by Chris Spooner
CSS3.info
W3C Page on CSS3
70 Tutorials and Resources on CSS3 and HTML5

 

3) Tipografia

Com o uso cada vez mais usual do elemento “@font-face” do CSS  e a ajuda do Typekit, sem esquecer a fixação de Steve Balmer nos Typefaces, podemos esperar um progressivo multiplicar das experiências e casos bem sucedidos. Na prática a atenção à escolha de fontes, e suas subtilezas, ao lay-out de páginas e aos detalhes de usabilidade e leitura de fontes no ecrã assumirão cada vez maior relevo, e atingirão a compreensão de maior numero de designers. Numa recente conferência ( Standards.Next)  Håkon Wium Lie CTO do Opera afirmou que a web virá a ser dividida em era pré e pós “typefaces”. Acreditamos que sim.

ilt

 

 

 

4) Minimalismo, Simplicidade, Clean Look

É consequencia de opções estéticas, reacção ao street e dirt look dos últimos anos, muleta para transições para novas tecnologias, base e defesa para a produção de web para multiplataformas, incluindo a web móvel, mas é uma tendência. “Black and White is beautifull” and so does a white background…   

 

markboulton

 

5) Navegabilidade

Esqueçam os menus longos, complicados, as árvores de estrutura de site complexas e rebuscadas. A funcionalidade é imposta pela web móvel. E do mesmo modo a fácel operação, um toque para obter um resultado: icons e botões claros e inequivocos serão reis, e determinarão estéticas. Os ecrãs simplificar-se-ão e conterão apenas um tipo de informação e navegação que sirva todos os propósitos em simultâneo: uso em desktop, movel, touch, etc.

Icons and Visuals

Social Media Sites and Add-ins

 

 

6) Redes Sociais

As redes sociais começarão a intrometer-se em toda a web. Applets, embbeded code, interagindo com as redes sociais já permitem citar no twitter, enviar para o delicious o facebook ou o linkedin, assim como integrar feeds com essa proveniência em qualquer outro site. O conceito expandir-se-á e teremos uma interpenetração de todas estas àreas, com blogs indistinguiveis das redes sociais em que se integram, funcionalidade de rede social integradas em sites noticiosos ou empresariais, etc. O suporte, nos dispositivos móveis, à web 2.0 e às redes sociais, expandir-se-á e dará nova substância ao seu uso com API´s cada vez mais elaborados e funcionais.

 

 

7) Influencia do mundo impresso

É uma estética recuperada dos meios impressos, em muitos casos prestes a chegarem a um fim (jornais e revistas que se convertem ao meio digital, em alguns casos com o fim da sua edição impressa). Mas é também o reconstruir e o expandir dessa estética e das tecnicas de layout aí usadas, que se pode vir a expandir e espalhar na web. A tendência estética e a tecnica do Grid Design, tipica dos meios impressos, parece ter muitos adeptos e estar a espalhar-se. A reconversão para a web e o digital de designers e estúdios, antes ocupados na produção de belissimos layouts de revistas e jornais impressos, parece ter influência. Mas a transferência para a web do nivel de exigência dos leitores, não tem certamente menos peso. E sites com fortes e pesados conteudos parecem beneficiar de toda a experiência acumulada destes tipos de design vindos do mundo do papel.

 

 

blackbook

 

Frieze

 

 

 

8) Heavy and Bold

A tendencia ao uso de artificios já usados em cartazes, outdoors, embalagens e flyers (grandes e pesados cabeçalhos, elevado impacto visual nos titulos, forte identidade no layout global, enormes imagens, muita informação pela imagem, fortemente tratada, e pela infografia), parece ter pegado de vez…

 

9) Retro & Hand Draw

São opções estéticas, mas manifestam-se como tendências, e como espelho de outros meios.

  

  

  

  

 

 

10) Design de uma página – Grandes Imagens  

O limite de largura de banda está a passar à história. Um site pode agora ser carregado de imagens. Imagens grandes e com grande impacto visual vão estender-se um pouco por toda a web. Do mesmo modo o site baseado num layout global de página, com uma imagem como centro de atenção e forma de impacto visual, passarão a ser comuns. Sob o ponto de vista estético secundam os layouts do tipo página de revista, e convertem a linguagem mais televisiva, de ecrã como centro do espectáculo integral. E seguem as sestéticas daí decorrentes, com a cada vez mais usada web TV.

 

 

 

Conclusão

Como sempre, as tendências são apenas isso mesmo. E as surpresas podem ainda ser muitas, principalmente a nivel tecnológico, com o surgimento de novas evoluções nas plataformas de desenvolvimento. Mas o caminho inexorável em direcção a uma Web cada vez mais espalhada, mais presente, mais gráfica e interactiva, mais cuidada e principalmente mais usável, sejam quais forem as opções estéticas, esse é certo.

 

Referências
http://designtutorials4u.com/top-10-web-designtrends-for-2010/
http://webdesignledger.com/tips/web-design-trends-for-2010
http://www.helikopterdesign.com/archives/web-design-trends-2010/
http://www.todayshottrends.net/internet/web-trends-predictions-for-2010.html
http://www.webdesignerwall.com/trends/vintage-web-design/
http://www.myinkblog.com/2009/05/16/a-showcase-of-popular-web-design-trends/

 

 

Livros

 

 

 

 

 

The Web Designer’s Idea Book: The Ultimate Guide To Themes, Trends & Styles In Website Design

 

 

euCliquei - compartilhe seus cliques