“Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher apenas aquilo de semeámos”

 (Provérbio chinês)