img_actividades1Um museu não precisa de chato. Realmente não. Alguns são. outros não, de todo.

O Museu da Ciencia, de Coimbra, está no segundo grupo.

Tire algum tempo, e veja a colecção online em Museu da Ciencia – Colecção Online. Se o que viu lhe interessa, se faz parte do seu imaginário, então este artigo é para si.

A Universidade de Coimbra é detentora de um acervo museológico científico único a nível nacional e de grande valor internacional. Os objectos das colecções de física, astronomia, química, história natural e ciências médicas, documentam, de forma marcante, o empreendimento iluminista de conhecer, descrever e compreender o mundo, o espaço, a natureza que nos rodeiam e de que fazemos parte. Esta colecção é a base do Museu da Ciencia de Coimbra.

090525161359_imagem_3-B

img_lampada_fendaMas além da colecção física, todo o acervo foi também digitalizado. O projecto de digitalização destas colecções procurou tornar acessível ao grande público, mas também aos especialistas e historiadores da ciência, este importante património cultural e científico da Universidade de Coimbra e do país. A informatização do acervo permitirá ainda uma gestão mais eficaz, correcta e cuidada das colecções, contribuindo para a sua preservação, salvaguarda e valorização.

O que viu foi esta “colecção digital”. Está medianamente bem feito, e é bastante interessante. No site do próprio museu, tem uma saliencia menor e um acesso um pouco dificil. Claro que só pode ficar a dever-se a  alguma falta de visão e incapacidade de compreender a importância da disponibilização digital das colecções. Mas mesmo isso não tira o intenso brilho e mérito ao que já está feito!

img_descricaoPois agora visite o Museu real. E não ficará desiludido. E poderá compreender que o acesso internet à colecção é apenas uma das visões que poderá ter: a visão da colecção real é muito mais rica e muito mais enriquecedora. E principalmente se está bem articulada, bem apresentada e a exposição está bem feita. E está. E bem complementada pela envolvente, pelo digital e pela disponibilização de caminhos personalizados de exploração da colecção e do conhecimento. Pois então, se também isto lhe diz algo, este museu é para si.

img_astro2O projecto do actual Museu da Ciência desenvolve-se em duas fases. A primeira fase, inaugurada já em Dezembro de 2006, pode ser visitada no Laboratorio Chimico que foi requalificado e adaptado à função museológica. A segunda fase, já em preparação, irá requalificar o edifício do antigo Colégio de Jesus, que se encontra face a face com o Laboratorio Chimico, onde se localizaram os gabinetes de Física e de História Natural. Trata-se de um projecto de grande dimensão envolvendo não apenas a requalificação de cerca de 13 mil m2, como também o projecto de digitalização de todo o inventário das colecções da Universidade de Coimbra e a sua disponibilização pública.

DSCN5838As colecções de ciência da Universidade de Coimbra são as mais antigas e significativas em Portugal tendo o seu núcleo forte tido origem na Reforma Pombalina da Universidade ocorrida no último quartel do século XVIII e que estabeleceu as bases para o ensino e investigação científica moderna em Portugal.

Na origem, a intervenção do Marquês de Pombal criou novas faculdades, a Faculdade de Filosofia e a de Matemática, e construiu equipamentos apropriados ao ensino das ciências utilizando os edifícios jesuítas que reconstruiu e recriou. Assim nasceu o primeiro museu universitário português, o Gabinete de História Natural, localizado no Colégio de Jesus, juntamente com o Gabinete de Física, o Teatro Anatómico e o Dispensatório Farmacêutico. Foram também criados noutros locais o Laboratorio Chimico, o Observatório Astronómico e o Jardim Botânico.

DSCN5776As colecções acumuladas deram origem aos museus de ciência da Universidade que se reúnem no actual projecto do Museu da Ciência.

Tal como  o conhecemos hoje, o projecto de arquitectura deste velho/novo museu foi da responsabilidade dos arquitectos João Mendes Ribeiro, Carlos Antunes e Desirée Pedro, e viu reconhecida a sua qualidade com a atribuição do Prémio de Arquitectura Diogo de Castilho em 2007.

Mas o trabalho não foi só de arquitectura. Foi também de conceito e projecto expositivo, de design de mobiliário e museológico, de multimedia e tecnologia, de design do espaço e do visual, dos textos e das interacçõe. E tudo foi bem feito.

DSCN5847DSCN5812

Referência
Museu da Ciência de Coimbra
Museu Da Ciência – Colecção Digital