O Porto transforma-se num lugar do futuro

Festival sobre media digitais e culturas locais, Future Places decorre entre terça-feira e sábado, espalhado por várias partes da cidade.

Qual o impacto que os media digitais exercem sobre as culturas locais? É nesta questão que se centra o festival Future Places, cuja segunda edição decorre de terça-feira a sábado.

De regresso ao Porto, o certame tenta obter respostas a este desafio através de um conjunto de workshops, conferências, concertos, performances, competições e exposições, abertas a profissionais dos media digitais e, também, ao público em geral, de forma gratuita. Veja o programa  do festival em Programa e o conjunto de workshops em Workshops.

A concurso estão 17 projectos de media digital, com origem em várias áreas profissionais.  Estes trabalhos, provenientes de diferentes países, vão estar expostos no espaço Maus Hábitos; sábado, dia 17, realiza-se a entrega de prémios.

No concerto New Music Ensemble são exibidas peças de 60 a 90 segundos, compostas em apenas 12 dias. Este desafio foi levado a cabo por alunos da Bulter School of Music, de Austin, Texas.

Um flashmob – Transumâncias – terá lugar na quinta-feira, na Praça Gomes Teixeira (nos Leões). A organização está a cargo de Manuela São Simão e Joana Mateus.

E há espaço até para a emissão de programas especialmente criados para o festival, nomeadamente, através da transmissão em directo dos concertos e de performances, numa rádio oficial: radiofutura. A radiofutura pode ser ouvida através da Rádio Zero.

Locais como a Casa da Música, a Universidade do Porto, os Maus Hábitos, o Passos Manuel ou o Centro Comercial Stop são, de 13 a 17 de Outubro, lugares do futuro, numa iniciativa de várias entidades: a FCT (Fundação para a Ciência e Tecnologia), a Universidade do Porto, a Universidade do Texas – Austin e a Universidade Nova de Lisboa.

 

Referências
Future Places
Programa
Maus Hábitos
http://jpn.icicom.up.pt/trackback/5461