lcd projector, home theaterFica aqui um pequeno glossário de alguns termos usados ao descrever projectores de video. Não é um glossário completo, mas já vai sendo útil!

ANSI Lúmen Norma para medição da “intensidade” luminosa produzida e utilizada para comparar projectores.

Lúmen (símbolo: lm) é a unidade de medida de fluxo luminoso. Um lúmen é o fluxo luminoso dentro de um cone de 1 esferorradiano, emitido por um ponto luminoso com intensidade de 1 candela (em todas as direcções). Lúmen é uma unidade padrão do Sistema Internacional (SI). O ANSI Lumen é a versão ANSI da definição de Lumen (apresenta pequenas variações relativamente à do SI).

Lux (símbolo: lx ), no Sistema Internacional de Unidades (SI), é a unidade de iluminação de uma superficie.  Um Lux corresponde a incidência perpendicular de 1 lúmen numa superfície de 1 metro quadrado.

Relação de aspecto A relação de aspecto mais popular é a de 4:3 (4 por 3). Os formatos de televisão e de vídeo por computador mais antigos apresentam uma relação de aspecto de 4:3, o que significa que a largura da imagem é 4/3 da altura. A relação nos modernos televisores é de 16:9 (chamado formato wide) resultando em que a altura é 9/16 da largura da imagem.

Para adaptar imagens com uma relação de aspecto a ecrãs com outra relação os modernos dispositivos (televisores, projectores, etc.) efectuam adaptações às dimensões das imagens que as distorcem de vários modos, por exemplo comprimindo-as em altura ou introduzindo faixas negras onde necessário. Com alguma perda de imagem, o zoom dinãmico é possivelmente a melhor opção para não distorcer a imagem (no entanto há pequenas perdas de imagem nas margens). 

Largura de banda Número de ciclos por segundo (Hertz) que expressa a diferença entre as frequências limítrofes, a menor e a maior, de uma banda de frequências; este termo refere-se também à largura de uma banda de frequências.

Brilho  Quantidade de luz emitida por um monitor ou ecr de projecção ou um dispositivo de projecção. O brilho do projector é medido em ANSI lúmen.

Temperatura da cor Método para medir o nível de branco de uma fonte de luz. As lâmpadas de haletos metálicos apresentam temperaturas mais elevadas quando comparadas com as lâmpadas de halogénio ou incandescentes.

Sinal de vídeo componente O sinal de vídeo componente é um método para produção de vídeo de qualidade num formato que contém todos os componentes da imagem original. Estes componentes são designados como luminância e crominância e são definidos como Y’Pb’Pr’ para o sinal componente analógico e como Y’Cb’Cr’ para o sinal componente digital. O vídeo componente está também disponível nos leitores de DVDs e nos projectores.

Vídeo composto /Sinal de vídeo composto Sinal de imagem combinado, incluindo a supressão vertical e horizontal e sinais de sincronização.

Compressão Função que elimina as linhas de resolução da imagem para que esta caiba na área de visualização do ecrã.

SVGA comprimido/Compressão SVGA  Para projectar uma imagem de 800×600 com um projector VGA, o sinal de 800×600 original deve ser comprimido. Os dados apresentam toda a informação com apenas dois terços dos píxeis (307,000 vs 480,000). A imagem resultante tem o tamanho de uma página SVGA havendo, no entanto, alguma perda de qualidade da imagem. Se estiver a utilizar um computador SVGA, obterá melhores resultados se fizer a ligação entre a porta VGA e um projector VGA.

SXGA comprimido Encontrada nos projectores XGA, a compressão SXGA permite a estes projectores lidar com resoluções SXGA até 1280×1024.

XGA comprimido Encontrada nos projectores SVGA, a compressão XGA permite a estes projectores lidar com resoluções XGA de 1024×768.

Relação de contraste Gama de valores claros e escuros de uma imagem, ou a relação entre os seus valores máximos e mínimos. A indústria dos projectores utiliza dois métodos para medição desta relação.

1. Full On/Off -mede a intensidade da luz produzida por uma imagem toda branca (full on) e a intensidade da luz produzida por uma imagem toda negra (full off).
2. ANSI – mede um padrão de 16 rectângulos pretos e brancos alternados. A intensidade média da luz produzida por um rectângulo branco dividida pela intensidade média da luz produzida pelos rectângulos pretos para determinar a relação de contraste ANSI.

O contraste Full On/Off apresenta sempre valores superiores ao contraste ANSI para o mesmo projector.

dB decibél Unidade utilizada para expressar a diferença relativa em termos da potência ou intensidade, geralmente entre dois sinais acústicos ou eléctricos. É igual a dez vezes o logaritmo comum (decimal) da relação dos dois níveis. Em muitos usos expressa-se pela comparação com um nivel de referência normalizado, como acontece quando referido ao nivel sonoro, caso em que se expressa pela relação com o limiar de audição médio humano.

Diagonal do ecrã Método para medição do tamanho de um ecr ou de uma imagem projectada. A medição é feita a partir de um canto até ao canto oposto. Um ecrã que meça 2,7 m de altura e 3,6 m de largura tem uma diagonal de 4,5 m. Neste documento, partimos do princípio de que as dimensões diagonais se referem à tradicional relação de 4:3 de uma imagem de computador, tal como se descreve no exemplo acima.

DLP® Digital Light Processing (Processamento digital de luz)™ – Tecnologia de ecrã reflexivo desenvolvida pela Texas Instruments e que utiliza pequenos espelhos manipulados. A luz passa através de um filtro de cor e é enviada para os espelhos DLP que dispõem as cores RGB de maneira a formarem uma imagem projectada no ecrã, este sistema de espelhos é também conhecido como DMD.

DMD digital Micro – Mirror Device – Cada DMD composto por milhares de espelhos feitos de uma liga de alumínio inclinados e microscópicos montados num suporte oculto.

DVI Digital Visual Interface É uma norma que define a interface digital entre dispositivos digitais tais como projectores e computadores pessoais. No caso de dispositivos que suportem a especificação DVI, pode ser feita uma ligação digital para digital que elimina a conversão para analógico produzindo assim uma imagem sem qualquer defeito.

Distância focal  Distância que vai da superfície da lente at ao ponto de focagem.

Frequência Taxa de repetição dos sinais eléctricos periódicos, medida em ciclos por segundo. Expressa em Hz.

Hz Hertz, unidade de frequência.

Correcção keystone  Dispositivo que corrige a distorção de uma imagem projectada (geralmente, a parte de cima da imagem apresenta-se larga e a parte de baixo estreita) devido ao ângulo incorrecto de posicionamento do projector.

Distância máxima Distância entre o projector e o ecr e que permite ao projector projectar uma imagem que seja visível (suficientemente clara) numa sala escura.

Tamanho máximo da imagem Tamanho máximo de uma imagem projectada por um projector numa sala às escuras. Este tamanho é geralmente limitado pelo alcance focal dos elementos ópticos. Outra limitação é a intensidade luminosa da projecção.

Lâmpada de haleto metálico Tipo de lâmpada usada em muitos projectores de tamanho médio e em todos os projectores profissionais. Estas lâmpadas proporcionam geralmente uma “meia vida útil” de 1000-2000 horas. Ou seja, vão perdendo gradualmente a sua intensidade luminosa à medida que vão sendo utilizadas e quando chegam a meio da sua vida útil apresentam metade da intensidade luminosa que tinham em novas. Estas lâmpadas produzem uma luz muito “quente”, semelhante à produzida pelas lâmpadas de vapor de mercúrio utilizadas na iluminação pública. Os seus brancos são “extremamente” brancos (com um ligeiro tom azulado) e fazem com que os brancos produzidos pelas lâmpadas de halogénio pareçam amarelados em comparação.

Distância mínima Menor distância a que um projector pode focar uma imagem no ecrã. É geralmente limitada pelos elementos opticos do projector.

NTSC National Television Standards Committee (Comité do Sistema Nacional de Televisão). Padrão Norte-Americano para video e transmissão, com um formato de vídeo de 525 linhas a 30 imagens por segundo.

PAL Phase Alternating Line (Linha com Alternância de Fase). Um padrão Europeu para vídeo e transmissão, com um formato de vídeo de 625 linhas a 25 imagens por segundo.

Zoom mecânico Lente de zoom com a aplicação de mais ou menos zoom controlada mecanicamente, geralmente ajustada a partir do painel de controlo do projector e também a partir do controlo remoto.

Inverter imagem Capacidade que permite inverter a imagem na horizontal ou vertical. Num ambiente de projecção frontal normal, o texto, os gráficos, etc. apresentam-se ao contrário quando invertidos. A inversão da imagem é utilizada numa situação de projecção posterior.

RGB Red (Vermelho), Green (Verde), Blue (Azul)- Designação utilizada geralmente para descrever um monitor ou sinal de video que requer ou contém os sinais separados para cada uma destas três cores. Em alternativa os sinais de video podem ser compostos (com a informação total contida num só ou mais do que um sinal – ver video composto e S-Video).

S-Video Norma de transmissão de vídeo que utiliza um conector mini-DIN de 4 pinos para enviar a informação de vídeo através de dois cabos de sinal designados como luminância (brilho, Y) e crominância (cor, C). A norma S-Vídeo é também referida como Y/C.

SECAM Um padrão Francês e Internacional para vídeo e transmissão, proximamente relacionado com o PAL mas com um método diferente de envio de informação de cor.

SVGA Super Video Graphics Array- 800 x 600 píxeis.

SXGA Super Video Graphics Array- 1280 x 1024 píxeis.

UXGA Super Video Graphics Array- 1600 x 1200 píxeis.

VGA Video Graphics Array – 640 x 480 pixéis.

XGA Super Video Graphics Array- 1024 x 768 píxeis.

Lente de zoom Lente com uma distância focal variável que permite ao operador ampliar ou reduzir a imagem.
Relação da lente de zoom Diferença entre a imagem mais pequena e a imagem maior que uma lente consegue projectar a partir de uma distância fixa. Por exemplo, uma taxa de 1.4:1 significa que uma imagem de 3 m sem zoom mediria 4 m com o zoom no máximo.