A Havas Digital acaba de publicar o seu estudo “Consumo Cruzado de Meios”, estudo fundamental sobre a utilização de meios em Portugal.

O estudo mostra que a utilização da internet continua a aumentar entre a população portuguesa, muito além do que é suposto: 70% da população portuguesa utiliza diariamente a Internet em 2008, em oposição aos 52 por cento registados em 2006. O estudo acrescenta ainda que os internautas Portugueses dedicam mais horas no fim-de-semana à Internet, a influência da Internet na tomada de decisão cresce em todas as categorias, destacando-se os produtos de turismo, tecnologia e financeiros.

Entre 2006 e 2008 o consumo de internet a partir de casa subiu dos 30 para os 47 por cento. Também a presença de ligação nos lares tem aumentado. Das pessoas inquiridas em 2006, 37% admitia ter acesso à internet a partir de casa, número que aumentou para os 56%,  no ano passado. Por outro lado, a sua utilização fora de casa tem diminuído proporcionalmente, o que é coerente com o grande aumento da existência de net em casa.

A utilização da internet pelos jovens é principalmente como meio de socialização, a par de uma utilização como entretimento. Para os adultos a informação é a principal razão que motiva a ligação à web, e o seu uso. O estudo demonstra ainda que os blogs, chats e downloads de músicas são também das actividades sociais mais incrementadas entre 2006 e 2008. O e-mail e os motores de busca continuam a liderar a utilização dos cibernautas.

Com estes resultados, a internet passa a ser o terceiro meio mais utilizado pelos portugueses, mas cada vez mais próximo de ficar em segundo lugar, destronando a rádio, que até ao ano passado era o segundo meio sem sombra de dúvida.

Os outros meios

Apesar de a televisão continuar como o meio mais usado diáriamente (aumentou inclusivamente de 94% em 2006 para 96% em 2008 ), o uso diário da Internet aumentou a sua taxa de penetração de forma avassaladora, já que ao passar de 52% (em 2006) para 70% (em 2008) o aumento é próximo dos 35%, taxa absolutamente inesperada. De notar ainda uma subida nos utilizadores diários de jornais (de 57% de 2006 para os 66% em 2008) a que não será alheia a proliferação de jornais diários e semanários gratuitos.

Quanto aos telemóveis, em 2006, 85% dos inquiridos tinha telemóvel, um valor superior a 2008, onde se verificou uma diinuição para 84%. Por outro lado, a utilização tem aumentado de 79% para 81%, em 2006 e 2008 respectivamente. É significativo porém o aumento no número de telemóveis 3G, tanto na utilização, como na posse: 30 e 34 por cento respectivamente, em 2008. Se por um lado o número de telemóveisem geral está a diminuir, o aumento de telemóveis de última geração com capacidades para a net aumentou significativamente.

Conclusões

A Havas defende no estudo que o sucesso das redes sociais e dos serviços de entretenimento alteraram os hábitos de utilização de Internet no país ao longo dos últimos dois anos e aponta para os dados obtidos: em 2008 mais de metade dos portugueses usava serviços como o Hi5, MySpace ou YouTube, número que compara com uma utilização de apenas 28 por cento da população em 2006.

Com este aumento de utilização, a Internet definitivamente assume o papel fundamental como meio de mais elevada penetração, depois da televisão, e a par com a rádio, muito à frente de todos os outros meios, com maior importância para o marketing e a publicidade. 

O estudo da Havas Digital decorreu entre 17 de Outubro e 7 de Novembro, através de 805 entrevistas telefónicas a indivíduos (utilizadores e não utilizadores de Internet) com idades entre os 12 e os 65 anos de ambos os sexos e residentes no continente.