O “fat-free” design é um conceito daquele que é conhecido por “Captain Organic”,  fundador do Studio X,  na zona Londrina de Notting Hill. Ross Lovegrove é um dos mais conhecidos designers industriais ingleses, que leva ao extremo a sua adminisração pelas formas e estruturas naturais e orgânicas.  

 A sua crença na forma enxuta como a natureza cria estruturas, célebre na sua celebração das estruturas “feitas de buracos”, das formas extirpadas de tudo o que é acessório, da resistência estrutural sem material excessivo ou superfluo, leva-o a formas fluidas, arredondadas, seguindo as linhas de força que sustentam cada objecto e lhe dão resistência.

 

Ross Lovegroove afirma que o seu estudio é um misto de gabinete design e laboratório de biologia. Ossos e estruturas òsseas, conchas e exoesqueletos, formações naturais, calcificações, gotas de àgua e escoamento de fluidos, formações naturais e estruturas microbiológicas, tudo são fontes de inspiração. As espantosas criações de Lovegrove são o resultado de “uma busca em curso para criar formas que, como ele o define, tocam a alma das pessoas” ( “an ongoing quest to create forms that, as he puts it, touch people’s soul”).

 

Sobre o seu trabalho nada melhor que ouvir da boca do próprio Ross a descrição das suas inspirações, motivações, perspectiva e da sua visão do mundo. É o que podemos obter na sua apresentação no TED

Lovegrove estudou no Manchester Polytechnic (actualmente Manchester Metropolitan University), formando-se em Industrial Design em 1980, altura em que foi para o Royal College of Art, em Londres em 1983, onde completou o mestrado em design. 

 

No início dos anos 80 trabalhou para a frog design na Alemanha, em projectos como os walkmans para a Sony, e computadores para a Apple computers. Mais tarde mudou-se para Paris como consultor da Knoll International, tornando-se o autor da bem sucedida linha de escritório Alessandri. Convidado a juntar-se ao Atelier de Nimes com Jean Nouvel e Philippe Starck, fazendo trabalhos para, entre outros, Louis Vuitton, Hermes and Dupont.

Liquidtables

Em 1986 retorna a Londres onde completou trabalhos, entre outros, para Airbus industries, Kartell, Ceccotti, Artemide, Cappellini, Idee, Moroso, Luceplan, Driade, Peugeot, Apple, Issey Miyake, VitrA, Olympus Cameras, Yamagiwa corporation, Tag Heuer, Hackman, Alias, Herman Miller, Biomega, Japan airlines e para os arquitectos Toyo Ito (Japão). Em 2005 recebeu o World Technology Award for design.

 1vitra-bathroom-ross-lovegrove.jpg

 

Lovegrove tem trabalhos seus exibidos, entre outros, no MoMA em New York, no Pompidou Centre em Paris e no Design Museum in London.

 

lovegrove

 

 

 

 

Referências
Ross Lovegrove’s official site

Lovegrove na Wikipedia
TED Talks: Ross Lovegrove shares organic designs no TED em 2005
Wallpaper* interview (2007)
designboom interview (2006)
Design Indaba interview (2004)
design-engine.com interview (2003)
Ross Lovegrove in conversation with Dr. Albrecht Bangert, Design Miami 2008 Video at VernissageTV.
Ross Lovegrove at Cologne Design Week Cologne 2009 Video at Designspotter TV