O projecto de construção do novo museu dos coches está em andamento.

Este novo equipamento valorizará e dignificará uma colecção única no mundo (única realmente em muitos aspectos) e que hoje está mal alojada, por falta de espaço, ainda que dividida entre o belissimo edificio do antigo picadeiro real do palácio de Belém (que afinal nunca funcionou como picadeiro…) e anexos do palácio real de Vila Viçosa.

A criação de condições dignas para acolher os milhares de visitantes maioritáriamente estrangeiros, que o visitam anualmente (é possivelmente o museu português com maior número de visitantes ano, de forma consistente) é outro factor importante, e que permitirá dignificar uma colecção com importância mundial.

No futuro edificio, a construir a menos de 100 metros do actual, mas com dimensões muito mais dignas e apropriadas, com projecto do arquitecto Paulo Mendes da Rocha, prémio Pritzker da arquitectura em 2006, autor de inumeros projectos de obras públicas de grande dimensão, incluindo o belissimo Museu da Lingua Portuguesa, no Brasil, o qual é de facto uma extraordinária obra de recuperação de um edificio pré-existente com conversão de funções,  entre muitas outras obras, que são garantia absoluta do trabalho arquitectónico.

E como edificio, será uma importante obra de valorização de zona de Belém / Junqueira, sanando feridas do tecido urbano, e devolvendo ao usufruto público uma zona hà muito murada e opaca, onde  em tempos foram as oficinas gerais do exército, mas nos últimos anos funcionavam vários armazéns e depósitos, e entre outros o extinto Instituto Português de Arqueologia, também ele e o seu espólio a mercerem novas e mais modernas instalações.

A obra será de grande importância também para a cidade de Lisboa ao afirmar definitivamente a zona de Belém como uma zona de uso-fruto público, com utilização social e cultural, e vaorizará o país com uma obra que podemos dizer coloca um dos maiores nomes da arquitectura mundial na capital do nosso país.

Como detalhe, o financiamento desta obra é proveniente das contrapartidas da concessão de jogo, e não poderiam ter outra, nem melhor, aplicação do que a re-criação deste museu que constitui a principal sala de visitas da cidade de Lisboa, por onde passam práticamente todos os turistas em viagens organizadas que visitam a cidade.

No entanto, e como em tudo, nuns casos de forma genuina, mas talvez limitada, noutros casos de forma menos fundamentada, e certamente por ignorância do projecto e incapacidade de análise total das implicaçoes, algumas duvidas se lavantaram, relativamente a esta obra importante para todos os portugueses, para a cidade e enfim, para uma das mais belas colecções que Portugal possui em ambiente museológico.

Para que não restem dúvidas de que apoiamos totalmente este investimento na cultura, na requalificação urbana de Lisboa e na valorização do país, e de modo a não se perder esta oportunidade, apenas porque algumas opiniões desfavoráveis se levantaram (muitas vezes por interesses genuinos mas limitadissimos), uma petição online foi criada, em apoio da realização da obra. 

É da maior importância que todos subscrevamos esta Petição Online, e demora menos de 1 minuto. Ela está em:

www.petitiononline.com/coches09/petition.html 

 

Referências:
http://d-arco.blogspot.com/2008/07/paulo-mendes-da-rocha-novo-museu-dos.html
https://dreamfeel.wordpress.com/2009/03/09/1175/
http://www.cosacnaify.com.br/noticias/paulomendes_premio.asp
http://pt.wikipedia.org/wiki/Paulo_Mendes_da_Rocha