Anabela Baldaque concluiu, em 1983, o curso de Estilismo e Modelismo na Escola de Moda Gudi, no Porto. Dois anos mais tarde, estagiou com Emilio Pucci em Florença, Itália. Em 1988, cria a marca de vestuário Anabela Baldaque e o seu nome passa, poucos anos depois, a figurar nos principais eventos de moda nacionais, sendo, aliás, uma das criadoras presentes na 1ª edição do Portugal Fashion, em 1995.

Em 2000, inaugura a sua primeira loja, no Porto, e inicia o seu processo de internacionalização com um desfile na Fashion Week de Nova Iorque, a convite do Portugal Fashion, projecto com o apoio do qual participaria ainda em eventos de moda em Paris, Barcelona e São Paulo.

Não é preciso criar histórias. A falta de tempo para tudo ou a desculpa de que não há tempo para o que se deve, o amanhã que não se cumpre e a frase que recebi de um desconhecido “quem diz a verdade não merece castigo”, levaram-me a pensar que tudo anda muito camuflado. Por isso, e porque Amo o que faço, encontro na minha profissão a expressão do que sinto.

Além de todas estas áreas Anabela Baldaque também tem uma grande presença no que diz respeito à criação de fardas, sendo que já executou o fardamento da Portugal Telecom, da feira de design e arquitectura de interiores “Oporto Show” e também os trajes para os deputados do município de Vila Verde. No que diz respeito ao Jet-set nacional, a criadora já desenvolveu para a peça de teatro de João Quadros,” Antes Eles Que Nós” os figurinos de Maria Rueff, Bruno Nogueira e Manuel Marques. Também elaborou o guarda-roupa das personagens femininas do filme “Espelho Mágico de Manuel de Oliveira. Foi também responsável pelo guarda-roupa de Júlia Pinheiro para a apresentação das galas semanais da 2ª edição do programa “1ª Companhia” da TVI. Encarregou-se ainda de vestir a actriz Lúcia Moniz e é encarregue do guarda-roupa da pivot da TVI, Susana Ramos.

Usando um estilo leve e muito pratico, ainda que sofisticado e cheio de detalhes, muito solto, feminino, pleno de detalhes, laços, drapeados leves, tecidos, texturas e cores delicadas, a produção de Ana Baldaque estende-se também a outras àreas de design, que não só o vestuário, apresentando uma assinatura quase genética que permite reconhecer o seu traço e a sua mão em todas as suas produções.

     

Recursos:
http://www.anabelabaldaque.pt/
No Portugal Fashion